Atendimento ao Cliente: (21) 2672-7070
Clique abaixo se você for:

Médico Paciente
Empresas e Laboratórios conveniados:
0800 888 7030 Área restrita do laboratório 

Exames

Menu de Exames

O Laboratório Sérgio Franco oferece mais de 3 mil tipos de exames. Consulte abaixo a relação de todos eles:

CODIGO: ALDESFSA

 
NOME: ALUMINIO POS DEFEROXAMINA

 
MATERIAL: Sangue

 
VOLUME: 3.0
* Quando a unidade de medida não for informada, considerar em mL.

 
RECIPIENTE: METAIS

 
PRAZO: 5 dia(s)

 
COMENTARIO: MATERIAL: COLETA EM TUBO AMETAL SEM CONSERVANTE DE PREFERENCIA NO TUBO COD 30.30984 (TAMPA AZUL COM TARJA VERMELHA DA BD) EM CASO DE FALTA PODE SER UTILIZADO O COD 30.30973 (TAMPA BRANCA COM ANEL SUPERIOR PRETO).
UNIDADES DE ATENDIMENTO : ENVIAR SANGUE TOTAL REFRIGERADO. NAO ABRIR O TUBO.
SOMENTE PARA DAL :
APOS A COLETA DO SANGUE TOTAL, AGUARDAR A COAGULACAO DO MATERIAL E CENTRIFUGARO MATERIAL. SEPARAR O SORO DE PREFERENCIA SEM UTILIZAR PONTEIRA OU USAR PONTEIRA ESTERIL E DESCARTAVEL. EVITAR QUALQUER CONTATO COM PAPEL ALUMINIO. TRANSFERIR O SORO PARA OUTRO TUBO AMETAL SIMILAR AO DA COLETA OU PARA O TUBO PADRAO
FORNECIDO PELO LSF.
VOLUME MINIMO : 3 ML DE SORO.
A OBSERVACAO DOS PROCEDIMENTOS E EXTREMAMENTE IMPORTANTE E INDISPENSAVEL PARAEVITAR CONTAMINACAO DO MATERIAL BIOLOGICO.

 
SINONIMO: Aluminio Pos Desferol, Aluminio Pos Deferoxamina

 
Metodo: Espectrofotometria de Absorcao Atomica com Corretor Zeeman

Metodologia desenvolvida e validada pelo laboratorio de acordo com a RDC

302 de 13/10/2005, Art. 5.5.5.1.

Valor de Referencia: Inferior a 10,0 mcg/L

OBS: O teste da Deferoxamina e recomendado em pacientes com Insuficiencia

Renal terminal com sinais e sintomas de intoxicacao pelo aluminio. Na

interpretacao do teste, sempre deve-se considerar os niveis de ferritina em

combinacao com o hormonio da Paratireoide (PTH) para que o teste apresente

boas sensibilidade e especificidade. Ele e considerado positivo quando houver

um aumento de pelo menos 50 mcg/L entre a primeira e a segunda dosagem.

Ref.Bibliografica:Barreto,F.C; Araujo, S.M.H. Intoxicacao aluminica na doenca

renal cronica J Bras Nefrol 33; Supl1 (2011) S21-S25