Atendimento ao Cliente: (21) 2672-7070
Clique abaixo se você for:

Médico Paciente
Empresas e Laboratórios conveniados:
0800 888 7030 Área restrita do laboratório 

Exames

Menu de Exames

O Laboratório Sérgio Franco oferece mais de 3 mil tipos de exames. Consulte abaixo a relação de todos eles:

CODIGO: PAI1SA

 
NOME: ANALISE MOLECULAR DE POLIMORFISMO 4G/5G

 
MATERIAL: Sangue

 
VOLUME: 5.0
* Quando a unidade de medida não for informada, considerar em mL.

 
RECIPIENTE: EDTA DASA SP

 
PRAZO: 7 dia(s)

 
COMENTARIO: Material: 5,0 ml de sangue total em EDTA, refrigerado.

 
SINONIMO: Polimorfismo 4g/5g No Gene Inibidor do Ativador do Plasminog, Polimorfismo do Pai-1, Polimorfismo do Pai1, Gene Pai-1 - Plasminogenio Tissular, Estudo Molecular, Pai-1 (4g/5g) - Polimorfismo, Plasminogeno Tissular (4g/5g - Pai1), Polimorfismo do Pai-1 4g/5g, Analise Molecular de Polimorfismo 4g/5g, Polimorfismo 4g / 5g, Teste dos Polimorfismos 4g/5g No Gene Pai

 
Metodologia: PCR em Tempo Real - Sistema FRET

Valor de Referencia: GENOTIPO 5G/5G

1. O polimorfismo 4G/5G no promotor do gene inibidor do ativador do

plasminogenio tipo 1 (PAI-1), localizado no cromossomo 7q21.3-22,esta entre

os fatores de risco que podem favorecer o desenvolvimento de eventos

tromboemboliticos.

2. O alelo 4G apresenta um sitio de ligacao para um ativador da

transcricao, o que reflete em concentracoes maiores de PAI-1; enquanto

o alelo 5G apresenta um sitio de ligacao adicional, destinado a um repressor

de transcricao, resultado em menores niveis de PAI-1 circulantes. Desta

forma, indivduos homozigotos para o alelo 4G tem concentracao mais elevadas

da proteina de PAI-1 livre que individuos homozigotos para 5G.

3.A presenca do alelo 4G esta associada com o risco aumentado de eventos

tromboembolicos e doencas cardiovasculares.

4. Outras mutacoes no gene PAI-1 nao sao detectadas por este metodo.

5. Esta metodologia utiliza reagentes de aplicacao internacional em

pesquisa e foi desenvolvida e validada pelo laboratrio de acordo com a

RDC 302 de 13/10/2005, Art.5.5.51. Este resultado deve ser interpretado pelo

especialista medico como auxilio complementar ao diagnostico.